Por um mundo onde sejamos socialmente iguais, humanamente diferentes e totalmente livres" Rosa Luxemburgo

CONSTRUIR O PLEBISCITO POPULAR SOBRE O LIMITE DA TERRA: TAREFA DE TODOS

“Não, não senhor burguês, o

que eu preciso ter, ninguém vai me dar. Terei

que conquistar (…) Quero

plantar e colher, sorrir quando o dia nascer.”

(Ponto de Equilíbrio)

Dos dias 01 a 07 de setembro acontecerá o Plebiscito Popular sobre o Limite da Propriedade da Terra. A campanha foi idealizada e organizada por movimentos sociais que lutam historicamente por uma maior igualdade na distribuição da terra no Brasil, que é notadamente um dos países com maior concentração do mundo.

Resguardadas as discussões acerca dos limites propostos pela campanha – que poderia ser mais ousada – esta é uma chance única de dialogar com milhões de pessoas acerca da importância da realização da reforma agrária, tarefa esta que nunca foi cumprida no nosso país devido à conhecida sanha de lucro de nossas elites. Outro debate que também se desenha através do eixo central da campanha é o da soberania territorial e alimentar, ressaltando a importância da agricultura familiar e a pequena propriedade como pólos estruturais do que o brasileiro tem em sua mesa de refeição.

A participação popular sempre foi cerceada no Brasil, onde podemos constatar que todas as transformações substanciais sempre foram barradas pelo papel contra-revolucionário da burguesia, como tão bem demonstrou o mestre Florestan Fernandes em seus clássicos livros.

Assim, fica o chamado: cada cidadão consciente de seu papel transformador e emancipatório tem o dever de contribuir com essa mobilização, podendo formar comitês em seu local de estudo ou trabalho e impulsionar a máxima participação popular no plebiscito a ser realizado na semana do Grito dos Excluídos, construindo desta maneira a real independência brasileira.

Márcio Malta (Nico) – professor, doutorando em Ciência Política(PPGCP/UFF) e cartunista. E-mail: malta.marcio@gmail.com

_________________________________________________________________________

E a FEAB com isso?

A FEAB Cuiabá – UNIC e UFMT, se inseriu na campanha local e estadual, tornando-se responsável por fazer articulação com as demais entidades estudantis, levando o debate a cerca das questões do plebiscito para dentro das universidades.

A programação inicial é a seguinte:

Nesta Terça-Feira(17), das 17h55 às 18h55 no DCE-UFMT do Bandejão, Atividade de Formação para Universitários: Introdução da Concentração de Terras no Brasil e em MT, conduzida pelo Inácio do Centro Burnier de Fé e Justiça. Tocando também no assunto da Campanha e Plebiscito Popular sobre o Limite da Terra, e o Grito dos Excluídos. 
 
Nesta Quarta-Feira(18), às 18h30, na sala 04 anaxa à Igreja do Rosário/Capela de São Benedito, Reunião do Fórum MT (não só acadêmicos) sobre O Grito dos Excluídos Cuiabá, e encaminhamentos da campanha do Limite da Terra como distribuição dos jornais.
 
Nesta Sexta-Feira (20), das 12h25 às 13h25 no DCE-UFMT do Bandejão, Reunião local para encaminhar Plebiscito Popular do Limite da Terra, e distribuição dos abaixos-assinados de lei de iniciativa popular para o limite da terra, discutindo a participação local, a difusão para outras escolas e interior, e agendamento de próximas reuniões e atividades (como outras palestras).
 
PARTICIPEM!!!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s